Prefeito de Canudos encontra prefeitura sucateada

 

 

14/01/2013  

Genário Rabelo

 

Thalita Bezerra - Ação Popular

 

A prefeitura de Canudos, Bahia, foi encontrada completamente sucateada, assim contou o novo prefeito Genário Rabelo, o popular Geo (PSD). Geo disse que o ex-prefeito Arcênio Almeida (PRB), popular Senoca, não recebeu a equipe de transição e nem respondeu a ofícios encaminhados para ter acesso aos documentos.

 

Estrutura de prédio necessitando de reformas

 

Além disso, Geo afirmou que o repasse para o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS não foi realizado e que o Fundo de Participação dos Municípios - FPM foi suspenso por problemas no pagamento do PASEP.

 

Cadeiras, bebedouros, lâmpadas e geladeira em péssimo estado

 

“É uma situação caótica e um momento muito difícil, não encontramos nenhum centavo nas contas do município e para completar alguns funcionários da outra gestão sumiram com os aparelhos de telefonia móvel que eram da prefeitura e agora estamos recebendo inúmeras cobranças, além disso, todas as contas de energia, telefone e água estão atrasadas e se não regularizarmos em um curto tempo serão cortadas”, relata o prefeito.

 

TIM pode ser processada

 

Computadores com peças faltando e cadeiras em péssimo estado

 

Por outro lado o assessor jurídico Helder Cardoso afirma que está tendo dificuldade para manter contato com a empresa de telefonia móvel TIM para cancelar as linhas que estão sendo usadas por pessoas da gestão anterior. “Tentamos várias vezes entrar em Contato com a TIM para fazer o cancelamento e não conseguimos, caso chegue a cobrança para a atual administração seremos obrigados a acionar a empresa na justiça”, alerta.

 

Este trator foi cortado ao meio

 

...Mais descasos

 

Diante da situação, o prefeito está fazendo um levantamento total no município e já adiantou que as dificuldades serão muitas. “A frota do lixo não tinha um carro com a condição de uso, na saúde até os carros de TFD estavam sem menor possibilidade de viajar, estradas acabadas, poços artesianos sem funcionamento e sem nenhuma estrutura ao ponto de não temos condições nenhuma de mandar uma ‘carrada’ de água para qualquer canto do município para atender as famílias que estão sofrendo com a seca”.

 

Destroço de carro

 

Convênios ameaçados

 

Por conta da irresponsabilidade de Senoca, Geo afirma que a cidade não receberá alguns recursos dos governos Estadual e Federal. “Estamos com grande problema, existem alguns convênios a exemplo de construção e reformas de creches, ginásio e compra de ônibus que não estivemos acessos ao extrato bancário porque o ex gestor não deixou a senha de acesso”.

 

Livros acumulados em depósito

 

Decreto de Emergência

 

Devido caos administrativo, Geo foi obrigado a decretar Estado de Emergência no prazo de 60 dias. “Já decretamos estado de emergência e pedimos ao Tribunal de Contas uma auditoria. Por agora não temos condições de comprar nada por grande número de débitos e todos nós sabemos que esses débitos têm que ser sanados”.

 

Carro sucateado

 

Questionado sobre a situação dos carros lotados a prefeitura, ele foi direto. “Não encontramos nenhum carro com condições de rodar, todos estão com problemas sérios”.

 

Ambulância, motos e cadeiras escolares abandonadas pelas ruas da cidade

 

Genário lembrou ainda que um dos problemas que afligem a população atualmente são o esgotamento sanitário e o grande acúmulo de lixo.

 

Esgoto estourado

 

“O esgotamento é um problema antigo e mal feito em algumas ruas de Canudos, justamente por isso que os dejetos fecais retornam para dentro das casas, cai dentro do açude ou do rio vaza barris contaminando a barragem. Vamos trabalhar de dia e noite para solucionar todos os problemas, a nossa cidade estava tomada pelo lixo”, lamenta.

 

A reportagem tentou entrar em contato com o ex gestor e não conseguiu.

 

 

 

 

 

Publicidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 2013 Jornal Ação Popular :: Rua Antonio Cursino, 147 - 1º Andar - Praça do Índio - Centro - Juazeiro (BA) :: Tel.: (74) 3611-0370