Opinião: A saga do vaqueiro de touro mecânico

Isaac Carvalho anunciou saída do PC do B, fico imaginando em qual partido irá se filiar, ele que nunca foi comunista, socialista e vaqueiro, mas usou bem como marketing a fama de vaqueiro. Ele chegou ao PC do B em 2007, numa articulação nebulosa, que tem como coincidência a prisão do traficante colombiano Gustavo Duran Bautista e com a intervenção/nomeação de interventores na fazenda Mariad, que na ocasião estava em plena colheita da safra de uva.


Pois é bem, para que partido Isaac irá? DEM (parte do seu passado)? MDB (onde está Misael, o seu amigo de longas datas)? PT (nem pensar, não quer mais vermelho)? PV (não está na base)? Ele poderá ir para o PSL, ele nunca governou sem ajuda do governo federal, não pode viver sem essa oportunidade, porque nunca teve voz de oposição.
Mas digamos que ele vá para o PSL e se torne oposição ao PC do B em Juazeiro. Acredito que será uma voz contundente para mostrar os erros da administração que ele fez parte ou criou.
Na saúde ele vai dizer: os desvios dos recursos para pagamentos de pessoal, é uma coisa absurda, como pode uma gestão pública gastar mais com pessoal do que com remédios e saúde da família? Como pode não ter médicos nos postos? Como pode a UPA ser cabide de empregos? A Caravana da Saúde é uma farsa, atende somente a demanda represada dos atendimentos não realizados num período. Existem mais cargos comissionados do que médicos e remédios.
Na infraestrutura ele vai dizer: como pode Juazeiro não ter ciclovias? Como pode tanta obra parada? Como pode o parque de Calu ficar 12 anos sem investimentos na sua melhoria? A gestão se preocupa muito com obras, mas não é para o bem da população. Porque Petrolina faz obras com recursos próprios e Juazeiro não faz? Cadê o dinheiro do IPTU, do Zona azul?
No geral ele ainda dirá que a prefeitura está infectada de corruptos, que há uma roubalheira generalizada, que um dia ainda haverá uma operação da Polícia Federal na prefeitura de Juazeiro, que muitos ficaram ricos depois que ocuparam cargos; que há fraudes nas licitações e contratos…
Por fim, ele vai dizer que a gestão está apenas preocupada em disputar eleições, que o prefeito e o seu grupelho não tem mais nada a oferecer a Juazeiro, que ele é a mudança de verdade. Para completar a sua sanha oposicionista vai pedir o afastamento da Câmara de Vereadores por não estar cumprindo o seu papel constitucional, e ainda vai pedir o afastamento do prefeito por ter passado mais de dois anos outorgando a terceiros o papel de prefeito.

Enio Silva da Costa
Subtenente e educador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *