Abuso de autoridade

Se o Congresso não aprovar logo uma “Lei de abuso de autoridade”, absurdos como este vão continuar existindo: a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao ministro Édson Fachin (STF) que obrigue o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE) a fazer uso de tornozeleira eletrônica. Ela diz que o parlamentar pernambucano, acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, está atrapalhar as investigações nos processos em que é investigado. O que chamou a atenção do Congresso é que Eduardo da Fonte ainda não tem condenação pelo STF. Denunciado pela PGR em 2016, agora é que se tornou réu. Por que obrigá-lo a usar tornezeleira?Abuso de autoridade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *