‘Acho que o Ciro está surtando’, diz Lula em entrevista a Ratinho

Petista disse que seu ex-aliado “está surtando” em relação à promessa de campanha sobre perdão a dívidas

Redação
Foto: Ricardo Stuckert/PT
Foto: Ricardo Stuckert/PT

 

O programa do Ratinho encerrou, na noite desta quinta-feira (22), a série de entrevistas com os presidenciáveis que disputam as eleições deste ano. Na ocasião, o apresentador recebeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), líder das pesquisas de intenções de voto.

Durante o programa, o petista afirmou que o candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, seu ex-aliado, “está surtando” em relação à promessa de campanha sobre perdão a dívidas.

“Eu acho que o Ciro está surtando. Eu vi o Ciro falar para você aqui: ‘não, porque a taxa de juros está muito alta, porque o Brasil pagou 500 bilhões’. Ele foi ministro da Fazenda durante três meses. Você sabe qual era a taxa de juros quando ele foi ministro? 55%. Se ele tiver memória curta, é importante ele lembrar, que ela reduziu apenas para 49%”, disse Lula.

Nos últimos dias, Ciro aumentou as críticas contra a campanha de Lula. Em entrevista na quarta-feira (21) a Bruno Aiub, mais conhecido como Monark, o pedetista disse que o ex-presidente “sempre foi fascistoide”.

Declaração do pedetista ocorre em meio à ofensiva petista pelo voto útil. Ciro explicava sua proposta de taxar grandes fortunas quando atacou o adversário nas eleições.

“Qual é meu problema? Os super-ricos sabem quem eu defendo isso e estão matando a pau porque eu não tenho nem direito de ser candidato. Se depender do fascismo de esquerda aí, nem direito de ser candidato, para o povo ter uma opção e eu poder falar, nem mais isso eu devo ter.[…] Fascismo puro, isso que o PT e o Lula estão administrando contra o fascismo do [presidente Jair] Bolsonaro. É o fascismo na veia que sempre foi. O Lula sempre foi fascistoide”, disse o ex-ministro na ocasião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.