Alfinetada no Supremo: “Em tudo o MP se mete’”

O Supremo e Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro criticou, nesta segunda-feira, 20, a atuação do Ministério Público com relação a questões ambientais e defendeu a gestão do ministro do Ambiente, Ricardo Salles. “A questão ambiental virou um óbice para o Brasil, tudo o MP se mete, algumas vezes com razão e outras vezes não, inviabiliza a obra”, afirmou o presidente. Sobre Salles, Bolsonaro afirmou que o ministro está “comprometido com o futuro”.

Bolsonaro citou o caso do linhão de transmissão de energia para Roraima, projeto que enfrenta objeções da Funai. “Vamos resolver essa questão”, disse. Também voltou a sugerir que a região de Angra dos Reis vire “a nossa Cancún”, como já noticiado pelo BR18. O presidente foi multado por pesca ilegal na região, em 2012, porém a multa do Ibama foi anulada quando assumiu a Presidência. O presidente negou ter cometido crime ambiental, afirmando que estava no Congresso no dia da multa. As declarações foram feitas em um evento Firjan, no qual Bolsonaro é homenageado. (Estadão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *