Aliados querem que Lula faça “revogaço” de medidas de Bolsonaro contra o meio ambiente

Ideia de pessoas próximas ao ex-presidente é que atitude seja tomada já no primeiro mês de uma eventual gestão, a fim de simbolizar a mudança de postura na área ambiental

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução | ABr)
Pessoas do entorno do ex-presidente Lula (PT) movimentam-se nos bastidores para que, caso o petista vença a corrida presidencial deste ano, promova uma ‘revogação em massa’ das medidas de Jair Bolsonaro (PL) na área do meio ambiente. A informação é da coluna de Guilherme Amado, no Metrópoles.

A coluna afirma que a ideia é promover o “revogaço” já no primeiro mês de um eventual terceiro governo Lula. Por trás disso, há o simbolismo da mudança do perfil de governo na área ambiental e a necessidade de impedir violações o quanto antes.

Técnicos do Ibama e outros especialistas da área, inclusive, já participam da montagem da lista das ações que o petista deveria revogar.

.

Aproximação com Marina Silva envolve pautas ambientais

A chapa Lula-Alckmin já vem se movimentando em relação às pautas ambientais nas últimas semanas. Na prévia do plano de governo petista, foi incluído um programa de combate ao desmatamento desenvolvido por Marina Silva (Rede) quando estava à frente do Ministério do Meio Ambiente.

A ideia, além da importância ambiental, também é se aproximar da ex-ministra do Meio Ambiente para as eleições. Em entrevista recente ao Metrópoles, Marina condicionou seu apoio à candidatura de Lula a uma mudança de postura do petista.

“Não podem continuar apoiando projetos como Belo Monte (construção da hidrelétrica no Pará). Não podem continuar apoiando investimentos como nas hidrelétricas no rio Tapajós. Não podem fazer vistas grossas para grilagem de terras e, mais uma vez, querer fazer regulação fundiária como foi feito em 2009, quando 47 milhões de hectares foram entregues para pessoas que não deveriam ter recebido esses títulos”, afirmou a ambientalista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.