Alvo da Faroeste, ex-presidente do TJ-BA é aposentado de forma compulsória

Foto: Divulgação/TJ-BA

Um dos investigados da Operação Faroeste, o ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Gesivaldo Britto, foi aposentado de forma compulsória das suas atividades.

O decreto foi publicado no Diário Oficial da Justiça Eletrônico, na edião desta quinta-feira (14), e assinado pelo atual presidente, Lourival Trindade.

“O estorno referente ao limite do teto constitucional deverá ser observado quando da implantação dos proventos”, dizia parte da decisão de Lourival.

Gesivaldo é um dos alvos da Operação Faroeste, que investiga um esquema de venda de sentenças e outras atuações ilegais dentro do TJ-BA. Ele foi afastado das funções em novembro de 2019, quando ainda presidia o Tribunal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *