APLB comemora avanço na categoria

Isaac Carvalho, Antonio Carlos e Plínio Amorim

Da Redação

Foi assinado pelo prefeito de Juazeiro, Bahia, Isaac Carvalho (PCdoB), o novo piso salarial do professor efetivo da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro. O valor é de R$ 1.461,78 e corresponde à remuneração mínima do educador de nível médio e jornada de 40 horas semanais. De acordo com o Diretor Regional da APLB-Sindicato, Antonio Carlos dos Santos, o avanço supera o índice nacional e chega ao acumulado de mais de 70%, em pouco mais de três anos.

“Durante os três anos de governo Isaac conseguimos mais 70% de reajuste salarial, algumas pessoas falam que é obrigação do município, claro que é obrigação, mas por que 17 estados não têm obrigação, inclusive o Rio Grande do Sul que é um estado rico e paga R$ 791,00 por uma jornada de 40h. Com entendimento, avançamos muito e esperamos avançar mais para que as coisas fluam naturalmente”, comemora.

Na ocasião, o diretor afirma que em comparação aos 17 estados, Juazeiro está acima de Pernambuco e de Petrolina também. “Nossos professores estão recebendo aqui R$ 1461,78 por uma jornada de piso, sendo na carreira inicial, mas temos um piso de R$ 2223,00 fora à gratificação. O Estado da Bahia veio cumprir o piso em setembro de 2011 e o município de Juazeiro já vinha cumprindo o piso há muito tempo”.

Por outro lado, ele diz que os resultados de todos os investimentos feitos na educação (como eleição direta para gestor, concurso público, climatização de escolas e a valorização do profissional), podem ser mensurados através dos avanços constatados na educação. “No IDEB, por exemplo, o município vem superando expectativas. Na rede municipal o professor trabalha motivado e o aluno aprende mais, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.