APLB Sindicato em Juazeiro adianta plenária sobre precatórios reunindo trabalhadores em educação no Núcleo em Sobradinho  

A APLB Sindicato em Juazeiro se reuniu nesta quinta-feira (04) com a coordenação do Núcleo da entidade em Sobradinho e trabalhadores em educação para esclarecimentos sobre os precatórios do FUNDEF das redes estadual e municipal de ensino. Durante a reunião além de explicações sobre os trâmites legais ligados aos precatórios, a APLB chamou atenção sobre notícias falsas que circulam acerca do assunto.

A reunião foi convocada pelo coordenador do Núcleo da APLB em Sobradinho Ariovaldo Brito entendendo a importância de se falar e tirar dúvidas sobre os precatórios. Na abertura, ele fez um pequeno relato das lutas e conquistas da entidade em favor da categoria no município ressaltando que essas fazem parte do compromisso da APLB Sindicato ao longo de sua existência sempre em busca do fortalecimento da categoria.

Para o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery, o encontro foi proveitoso e teve boa participação dos trabalhadores em educação tanto da rede municipal quanto da rede estadual de Sobradinho. Durante a reunião a APLB explicou o que está acontecendo depois que o dinheiro foi depositado na conta do governo do Estado. “A APLB está realizando diversas plenárias pela Bahia e nós antecipamos a do município de Sobradinho para explicar de que forma podem proceder, quem pode receber, quando o dinheiro vai sair e todas as demais indagações dos trabalhadores”, informou Gilmar Nery.

Ele ressalta que o encontro foi importante ainda pela oportunidade de explicar, principalmente nesse momento, o que está acontecendo por conta da alarmante disseminação das chamadas Fakenews. De acordo com o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, “as notícias falsas que estão aparecendo vêm por parte do estelionato sindical da ACEB – uma associação que não fez nada, que cruzou os braços durante a luta dos precatórios e agora tenta desqualificar o trabalho da APLB Sindicato. Repudiamos a atitude dessa associação que nada faz pela categoria a não ser tumultuar o processo dos precatórios”.

Acompanhado do advogado Rafael Amorim, da assessoria jurídica da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery explicou aos trabalhadores em educação sobre o contrato dos honorários dos advogados que estão cuidando dos casos dos precatórios desde 2015. “Todos entenderam e ficaram satisfeitos com os 10% a serem pagos aos advogados que são parte integrante nesse processo, que foi uma ação judicial impetrada pelo governo do Estado. Felizmente tivemos sucesso depois de tantos anos na luta para buscar a sub vinculação de 60% para que todos os trabalhadores fossem contemplados com as três parcelas”, ressalta.

A APLB Sindicato, em breve, anunciará quando será realizada a plenária de Juazeiro para que os trabalhadores em educação das redes estadual e municipal recebam todas as informações necessárias sobre as questões dos precatórios do FUNDEF que representa uma luta e a vitória dos trabalhadores em educação do Estado da Bahia através da APLB Sindicato.

Ascom-APLB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.