Aumentam as apostas de que “Seu Jair” não concluirá o mandato

Cada vez mais jornalistas afirmam que uma bomba está prestes a derrubar a laje do Palácio do Planalto. O clima em Brasília também é tenso, algo irá acontecer.

Enquanto Carlos Bolsonaro segue desaparecido das redes sociais, na mesma semana que o Eduardo Goldenberg afirmou que iria lançar uma bomba sob o governo ,o presidente cancelou subitamente sua viagem para assistir ao jogo do Flamengo pela Libertadores.

Ainda em agosto deste ano eu já havia falado para vocês sobre o fato de fontes afirmarem que Gilberto Kassab (PSD) que durou apenas três dias na Casa Civil do governo João Dória, disse para pessoas próximas que o governador sabia que o governo Bolsonaro duraria no máximo dois anos. Segundo a fonte, Kassab foi enfático:

“O governador (Dória) tem certeza que o Bolsonaro só vai ficar 2 anos”.

Um governo provisório, tal como o de Vichy na França da segunda guerra mundial e que era subserviente aos nazistas.

Vale lembrar que Dória é amigo da Deputada Joice Hasselmann que afirma ter uma bomba contra o governo para divulgar na CPMI das Fake News.

Outra fonte que afirma que algo avassalador se aproxima do planalto é o jornalista Ricardo Noblat que em 2018 alertou sobre possíveis movimentações que se realizavam para o impedimento das eleições do mesmo ano, posteriormente foi provado que o jornalista não estava errado e que não existiram não só uma como duas conspirações para atingir tal objetivo.

Quando se trata da família Bolsonaro, especulações não faltam sobre a tal bomba já que a família entrou no Planalto de mãos dadas com o que há de pior na política e na sociedade brasileira criando até mesmo um gabinete de ódio, por ironia do destino a blitzkrieg de Seu Jair assim como a de Adolf foi algo rápido, mas agora não consegue se sustentar.

Nada se sabe e muito se sabe ao mesmo tempo, diversos jornalistas já saberiam o que seria essa suposta bomba que pelo alarde parece estar carregada com uma ogiva nuclear.

Alguns como o jornalista George Marques questionam em seu Twitter se a república irá suportar o que está por vir.

Infelizmente não há como assegurar a estabilidade democrática do país, não depois da quartelada na Bolívia, não depois dos inúmeros linchamentos promovidos contra a constituição, provenientes inclusive de ministros do Supremo Tribunal Federal (abraços ao ministro Barroso).

Mas ainda há esperança! A família Bolsonaro age como um câncer no seio da política nacional, caso a bomba tenha um efeito quimioterápico ainda restará a esperança de um novo amanhecer para a república.

Mas então? De onde virá a bomba? Das milícias cariocas, de Joice? Bebiano? PSL? Flávio? Carlos? Gabinete do ódio?

Termino meu texto com uma releitura inusitada de uma famosa frase de Fidel Castro:

Esta noite milhões de brasileiros irão dormir em paz. Nenhum deles faz parte da família Bolsonaro, para eles o relógio do Apocalipse já começou a girar #TicTac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *