[Vídeo] Balneário de Calu continua abandonado, agora servindo de discurso político eleitoral para 2020 com as mesmas promessas de recuperação

 

Redação

Um dos principais cartões postais de Juazeiro, o Balneário de Calu, continua desprezado pela administração do prefeito Paulo Bomfim (PCdoB). São mais de doze anos que o grupo liderado pelo ex-prefeito Isaac Cavalho deixou cair em ruínas um dos parque mais exóticos da região por atrair turistas e visitantes que frequentavam bares, lanchonetes, restaurantes ouvindo uma boa música, e ainda aproveitam do espaço para a prática de esportes.

Recentemente o Governo do Estado fez convênio com o município, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), orçado em R$ 6 milhões. Parte deste recursos estava direcionado para reforma do local, mas, apenas, parte do investimento foi aplicado quando fizeram a retirada de taboas (mato) que servia de foco de reprodução de muriçocas. Ainda no loca foi retirado parte da lama e lixo da lagoa. Outra parte do recurso deveria ser direcionada para execução da obra de requalificação da Avenida Adolfo Viana no valor de R$ R$ 1,3 milhão. O restante do recurso seria destinada para outras obras de infraestrutura do município que até o momento não foram executadas.

Enquanto isso, o Parque de Calu voltou a ser um dos argumentos de pessoas ligadas ao grupo do ex-prefeito Isaac Carvalho com objetivo político eleitoreiro com a promessa de reforma.

O colaborador do AP e para-atleta juazeirense Ulberte de Oliveira esteve no local fazendo levantamento.

Galeria de fotos

A falta de segurança tem afastados pessoas que praticam esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *