Barbárie: filho mata pai de 63 anos a marteladas

Jovem confessou o crime e disse que matou o pai por ele insistir para que procurasse um emprego

Por Luisa Fragão

Um jovem de 21 anos matou o próprio pai, de 63 anos, com marteladas na casa da vítima na Freguesia do Ó, zona norte da capital paulista. O caso aconteceu no dia 12 de fevereiro. Igor Fanti está preso temporariamente, por 30 dias, após determinação judicial.

O jovem prestou depoimento na polícia e confessou o crime, com riqueza de detalhes, segundo as autoridades. Ele alegou ter matado o pai, o funcionário público aposentado Vicente Dias Fanti, por ele insistir para que procurasse um emprego.

Segundo informações do jornal Agora, Vicente estava sentado em uma cadeira quando foi atingido na cabeça pelo golpe de martelo, dado pelas costas do idoso.

“A vítima caiu e, na sequência, o filho passou a desferir inúmeras marteladas, todas na cabeça do pai. A violência foi tamanha que jorrou sangue até no teto da sala”, disse o delegado Arthur Frederico Moreira, titular do 28º DP (Freguesia do Ó).

Igor então pegou o carro do pai, um Honda Civic, e saiu para se encontrar com uma mulher e beber, deixando Vicente agonizando no chão da sala. No dia seguinte, o jovem voltou à casa acompanhado de dois homens, que ajudaram a limpar o sangue na sala e também a preparar o corpo para ser retirado do local.

O delegado titular do 28º DP afirmou ao jornal que a intenção de Igor ao matar o pai,era ficar com as economias da vítima, cerca de R$ 100 mil, além do Honda Civic e uma casa em Ourinhos, cidade no interior de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *