Bolsonaro persegue povo nordestino deixando sem água

O povo nordestino que não votou em Bolsonaro foi surpreendido com mais uma de suas loucuras. Após a eleição, ele tomou uma medida drástica que afetou, sobretudo, cerca de 1,6 milhão de pessoas no interior da região Nordeste, em 468 municípios.

A operação Carro-Pipa, que conta com mais de 3.348 veículos executando o serviço e leva água potável às famílias no semiárido há mais de 20 anos, teve os recursos cortados agora em novembro, levando os caminhões a pararem o fornecimento do produto. Municípios como: Juazeiro, Uauá, Petrolina, Afrânio, Dormentes, Sobradinho, Sento Sé, Remanso, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes, Curaçá, Canudos, e outros, o povo decidiu bater nas portas das prefeituras pedindo água para suas casas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.