Botafogo foge de protestos e desembarca pela pista sem Zé Ricardo, que vira alvo da torcida

Zé Ricardo ficou para trás e quase foi agredido no Santos Dumont
Zé Ricardo ficou para trás e quase foi agredido no Santos Dumont Foto: Caio Blois
Caio Blois

O Botafogo desembarcou na noite desta sexta-feira no Aeroporto Santos Dumont após a eliminação para o Juventude pela Copa do Brasil. A derrota em Caxias do Sul, que derrubou o técnico Zé Ricardo de seu cargo, causou protestos na chegada do Alvinegro ao Rio de Janeiro. E se o elenco fugiu dos torcedores pela pista, o treinador, já demitido, ficou para trás, foi hostilizado e quase agredido.

Cerca de 30 torcedores foram ao aeroporto. Logo cedo, um deles tentou intimidar a imprensa, mas foi rapidamente contido pela Polícia Militar e deixou o local.

O clube montou um esquema de segurança especial para que os jogadores deixassem o aeroporto. Uma escolta policial fechou o trânsito e encaminhou o ônibus do clube pela contramão, no Aterro do Flamengo, em direção à Botafogo.

Torcedores tentaram se dividir pelas saídas para protestar, mas o esquema do clube se mostrou eficiente e o ônibus não foi reconhecido.

Vídeo incorporado

Caio Blois@caioblois

Zé Ricardo foi fortemente xingado pelos torcedores no saguão do Santos Dumont. @OGlobo_Esportes @Jogo_Extra

142 pessoas estão falando sobre isso

Agora na condição de ex-técnico alvinegro, Zé Ricardo ficou para trás por opção própria e decidiu sair pelo saguão. Ele não foi poupado da fúria da torcida, que o acompanhou até o táxi com xingamentos. Enquanto saía, o treinador quase foi agredido pelos torcedores.

Vídeo incorporado

Caio Blois@caioblois

Torcedores seguiram Ze Ricardo, que deixou o aeroporto de táxi, sozinho. @OGlobo_Esportes @Jogo_Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *