Calote

 

Cento e quarenta e quatro médicos e fisioterapeutas que trabalharam na linha de frente na pandemia da Covid-19 no Recife reclamam de calote de cerca de R$ 1 milhão da Prefeitura nos pagamentos dos serviços prestados durante o período do isolamento social. Os profissionais de saúde trabalharam no Hospital Provisório 3, na Imbiribeira, estão há mais de 90 dias aguardando a quitação de dois meses de serviços prestados, sem justificativa por parte da gestão municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *