Câmara Federal fará audiência pública nesta quarta sobre venda direta de etanol

A Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal fará uma audiência pública nesta quarta-feira (11) para discutir o projeto do Senado que prevê a redução do preço do etanol para o consumidor final e a resolução da Agência Nacional do Petróleo que impede as usinas de venderem o produto diretamente aos postos de combustíveis, sem passar pelas distribuidoras.

O presidente desta Comissão é o deputado Marcelo Squassoni (PRB-SP).

Segundo a Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana) e o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco, os atravessadores do etanol produzido nas usinas foram favorecidos na formação da mesa desta audiência, composta apenas por entidades contrárias à venda direta.

“Nem mesmo o senador Otto Alencar (PSD-BA), autor do Projeto de Decreto Legislativo 61/2018 que seguiu para a Câmara Federal, teve o seu nome incluído para participar desta audiência”, afirma Alexandre Andrade Lima, presidente da Feplana, entidade que representa 70 mil fornecedores de cana em 12 estados produtores.

Ele disse também que a entidade não foi inserida na lista de presentes com direito a fazer uso da palavra.

“Foram escolhidas apenas entidades que são contrárias à venda direta”, afirma Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar-PE.

Segundo ele, caso esta seletividade seja mantida, o consumidor continuará pagando 13% a mais no preço do etanol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *