Candidata a vereadora Vivian Benvindo: “Quero fazer a diferença”

vivian_benvindo

Da Redação

Vivian Benvindo, candidata a vereadora pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), pela primeira vez enfrenta uma disputa eleitoral, aos 48 anos de idade. Vivian é de família conhecida na politica local, sobrinha de Manoel Raimundo dos Santos, que foi vereador e presidente da Câmara Municipal, filha de Antonio Benvindo, já falecido, que foi dentista da Policia Militar e INSS. A candidata conta o que a trouxe para a Eleição 2012 e apresenta suas propostas de campanha.

Ação Popular – Você esteve fora de Juazeiro um tempo e retornou envolvida com a politica e decidida a ser vereadora. Por quê?

Estive fora por razões profissionais. Trabalhei em Juazeiro muito tempo: 14 anos como professora no colégio Paulo VI e 17 anos como bancária no BANEB (banco já extinto). Fui para Salvador trabalhar, estive até maio deste ano na SUCAB – Superintendência de Construção Administrativa da Bahia como secretária na Diretoria de Projetos. Mas sempre estive envolvida em trabalhos sociais e foi isso que me trouxe para a política.

Ação Popular – Em que trabalhos sociais esteve envolvida?

Estou comprometida com os trabalhos de ação social tanto em Juazeiro como em Salvador, desde os 12 anos de idade. Participei ativamente de grupos de jovens de igrejas católicas e evangélicas. Fui voluntária durante cinco anos na Casa de Detenção de Juazeiro, junto com D. Cléa Drubi e Dona Toinha, também fui voluntaria social na Penitenciária Lemos de Brito, em Salvador. Depois trabalhei sete anos como voluntária social com crianças na comunidade Rocinha da Sabina em Salvador.

Ação Popular – De voluntária social a candidata a vereadora. De que maneira isso ocorre?

A realidade social da qual sempre estive tão perto me despertou o desejo de poder colaborar com a administração pública, com a cidade e com o povo de Juazeiro. Minha candidatura é um compromisso não só com o social, mas também com Deus. Tenho planos para essa cidade.

Ação Popular – Quais são eles?

Tenho projeto de uma gestão re-estrutural da cidade, onde ela acontece de forma compartilhada, participativa envolvendo o povo e a mídia. Não se pode administrar de forma centralizada. Os gestores precisam ouvir a comunidade e a melhor ferramenta para isso é a mídia. A partir disto tomamos as decisões de forma técnica e sensata.

Ação Popular – Em Juazeiro assim como no Mundo os jovens vêm se perdendo com o uso de drogas, entre elas o crak. Você que é ligada a essas questões sociais de que maneira pretende, se eleita, sanar esse problema?

Vejo com tristeza a situação do jovem em Juazeiro, porque eles não têm muita opção. Dentro do meu projeto pretendo resgatar a família. Tudo é gerado na família e essas famílias se encontram desestruturadas. Não podemos jogar toda a responsabilidade para o estado ou para prefeitura. A condição social do individuo também passa pela educação familiar. Minha proposta é colaborar no sentido de mudar esse cenário. É preciso criar políticas publicas de combate ao uso e trafico de drogas e também de fortalecimento da instituição familiar.

Ação Popular – Com mandato em mãos. Quais as parcerias que pretende firmar nesse intuito?

Tenho um projeto pronto e, independente do prefeito eleito, vou fazer com que ele receba esse projeto. Para que seja colocado em prática numa parceria: mídia, administração e trabalho efetivo. Estou guardando esse projeto para que seja aplicado em momento oportuno e esse é o momento. Ele tem como foco ,assim como a minha campanha, a geração de emprego porque a falta de emprego é o que provoca muitas das mazelas sociais as quais conheci como voluntaria em casas de detenção e favelas.

Ação Popular – Esse projeto é infalível?

É a minha parcela de colaboração. É um projeto simples e Juazeiro pode ser cidade piloto para esse projeto, servir de exemplo para outras cidades do estado e do país. É um projeto oportuno, quero fazer a diferença.

Ação Popular – A imprensa tem destacado as listas de políticos que tem suas candidaturas ameaçadas por irregularidades em suas gestões anteriores e a aplicação da Lei da Ficha Limpa. Como vê essa situação?

Nos temos uma lei e ela deve ser cumprida. Alem disso essas listas desgastam a imagem não só dos políticos e de suas famílias, mas também do próprio povo. Espero que daqui pra frente as coisas sejam mais definidas por isso temos hoje um povo descrente com seus políticos.

Ação Popular – A sua campanha conta com o apoio dos pdetistas Roberto Carlos, Marcelo Nilo, Alexandre Brust entre outros. De quem mais tem apoio?

Verdade esse é um momento de união por Juazeiro. Alem desse apoio político, tenho o apoio do povo, dos eleitores, daqueles que querem uma Juazeiro melhor. Tenho a minha família. Como vereadora pretendo ser diferente. Me coloco a disposição do povo e quero falar que sou mulher visionaria, com o olhar voltado pro social. Quero fazer um trabalho de forma diferente, tenho nome, postura e ética.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *