‘Chapão da Morte’ formado em Petrolina dificulta eleição de candidatos a vereador

Da Redação

Em Petrolina-PE foi formada uma grande coligação encabeçada pelo PSB, com o pré-candidato a prefeito Fernando Bezerra Filho. Além do PSB, compõe a aliança o PP, PSDC, PHS, PDT e o PTB que tem como meta eleger aproximadamente sete vereadores.

Os conhecidos “Chapões da Morte” são grandes coligações de partidos políticos encabeçadas por candidatos com grande quantidade de votos, já com mandatos, que usam disto para conseguir apoio político de outros partidos. Um perigo para os candidatos das pequenas legendas que dentro dessas coligações precisam de uma maior quantidade de votos para se eleger.

Os “chapões” geralmente são formados pelos grandes caciques políticos com o intuito principal de aumentar seu tempo de apresentação na TV, rádio, ferramentas importantes na disputa eleitoral. Muitos dos candidatos que entram nessa só servem de trampolim para que sejam feitas as vontades de grandes políticos.

Alguns nomes ‘peso pesado’ espanta qualquer partido que não tem representação na Casa Plínio Amorim, dentre eles estão: Osório Siqueira, Zenildo Nunes, Maria Elena, Anatélia Porto, Márcia Cavalcanti, Osinaldo Souza, Pulo Afonso, Chico Freire, Doutor Moisés, Zé Batista da Gama, César Durando, Elias Jardim, Manoel da Acosap, Paulo Cavalcanti, dentre outros. Partidos como o PCdoB que nunca elegeu um vereador e que faz parte do grupo de 15 partidos que apoiam o candidato do PSB, fica mais complicado ainda. Nesta formação, há informações de que cada um dos 15 candidatos dos ‘chapões’ precisarão de 3,2 a 3,6 mil votos para garantir a eleição. Um total de quase 49 mil votos.

Com informações de Néa Gonçalves, Rádio Grande Rio FM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *