Com público fora de cogitação, Vovô e Leão devem perder 7 boas bilheterias no início da Série A

Coluna apurou que Governo do Estado ainda não tem previsão para liberar torcida, mesmo reduzida como acontece na Europa, no estádios cearenses

Às vésperas do ínicio da Série A do Campeonato Brasileiro (dia 8 de agosto)Ceará e Fortaleza, representantes do Estado na primeira divisão, não devem contar com a presença do torcedor nos estádios por muitas rodadas do campeonato nacional.

Considerado o 12º jogador de Vovô e Leão nas campanhas de 2019, com parte considerável dos pontos conquistados no Castelão, o torcedor cearense, conhecido por lotar estádios e fazer grandes festas, terá de se contentar em acompanhar os times de casa.

A coluna apurou que a volta do público aos estádios, mesmo que de forma reduzida e com distanciamento, como acontece na Europa, ainda está fora de cogitação no momento junto ao grupo que executa o plano de retomada da economia, do Governo do Estado.

Mesmo com o Estado apresentando melhoria nos números da Covid-19 (Fortaleza e o Interior do Ceará tiveram queda de até 37% na média de casos e de óbitos suspeitos nas duas últimas quinzenas), ainda não há conversas para retorno da torcida.

As 10 primeiras rodadas da Série A foram desmembradas e já se sabe quais partidas de peso não terão público. O Ceará será o grande prejudicado com as perdas de receita em primeiro momento. A coluna, com base nos públicos de 2019, elencou as partidas de apelo, que não terão torcida, pelo menos, nos 10 primeiros jogos:

  • Ceará X Grêmio – 12/08 – 21h30 (estreia em casa)
  • Ceará X Vasco – 20/08 – 20h
  • Ceará X Fortaleza – 02/09 – 19h15
  • Ceará X Santos – 05/09 – 21h30
  • Ceará X Flamengo – 12/09 – 18h

Já o Fortaleza tem situação mais amenizada neste sentido, já que não enfrentará equipes de tanto apelo nas primeiras 10 rodadas. Veja lista:

  • Fortaleza X Athletico/PR – 08/08 – 19 (estreia em casa)
  • Fortaleza X Sport – 10/09 – 20h

Alternativas para sócios

Além do prejuízo esportivo, sem a torcida para apoiar os clubes nos difícilimos jogos na Arena Castelão, as diretorias de Ceará e Fortaleza terão de encontrar formas de manter os sócios sem jogos. O grande incentivo para o cadastro nos planos é o acesso garantido às partidas de futebol, e este serviço não poderá ser entregue.

Com isso, a criatividade dos setores de marketing deve aflorar, com oferecimento de possibilidades para o público, desde descontos em produtos e serviços e vantagens em ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *