Coronel Anselmo Brandão se destaca entre os nomes que disputam uma cadeira na Câmara dos Deputados; veja vídeo

Juazeiro e Vale do São Francisco chegando a reta final de campanha

Estreante na vida política, como um saldo de serviços prestados à segurança pública da Bahia e, uma coisa difícil na tropa, uma aceitação irrestrita entre soldados e graduados, o Coronel Anselmo Brandão faz um balanço do que ele chama de “reta ruma à vitória” nestes últimos dias de campanha.

Escolhido pelo Governador Rui Costa entre todos os oficiais candidatos, Anselmo Brandão, faz questão de afirmar em cada pronunciamento sua dedicação à Bahia, seu amor à Juazeiro e sua identificação com o povo ribeirinho: “Caminhei por todo estado da Bahia e pretendo fechar minha campanha em Juazeiro”, acrescentando que nestes últimos 20 anos “Juazeiro nunca esteve tão perto, com candidatos na possibilidade de se eleger”.


E, com a característica que conquistou a tropa comandada por ele, de nunca desejar sucesso só para si, deseja boa sorte aos outros candidatos que buscam votos em Juazeiro: “Eles não são meus adversários e nem concorrentes, são companheiros de jornada, mesmo porque estamos com o mesmo ideal e objetivo. A mensagem que passo para todos eles é a que temos que pensar em Juazeiro como um conjunto”, dizendo que “passada as eleições, se acaba toda as rivalidades políticas. Temos que pensar em projetos para Juazeiro”

Teresa Cristina na luta pela eleição do Coronel Anselmo Brandão. E você?

“Respeito a opinião das pessoas, ideologias, partidos, mas temos uma coisa maior para Juazeiro que é pensar nas pessoas, pensar nos problemas e soluções. É triste chegar em um determinado local e ver problemas crônicos sendo repetidos, e isso nos indigna. Independentemente de partido, Juazeiro está precisando de um projeto político de bancada, temos que nos unir em cima daquilo que Juazeiro precisa”

Carlinhos e sua famílias estão com Anselmo Brandão. E a sua?

Deputado de Juazeiro, com votos pela Bahia inteira, o Coronel Anselmo Brandão, fala de Juazeiro, da urgência em se resolver seus problemas, que a cada dia se tornam mais graves: “O Mercado do Produtor. É urgente relocar suas instalações. Mercadorias no chão, transito caótico, pouca segurança e as pessoas dizendo que não aguentam mais tantas promessas”
Fala de outro grande projeto capaz de mudar completamente a realidade da cidade, que pé a travessia urbana, prometida e que não sai do papel: “Mais de 8 anos, ninguém mais fala, está todo mundo calado. Só promessa e nada de concreto”
Volta à sua meta central, que é oferecer segurança cidadã às pessoas: “Concluir o Projeto Salitre e dar andamento ao Canal do Sertão. Temos de criar uma bancada do Vale do São Francisco, envolver deputados nos problemas coletivos do Vale, gerar empregos, renda, que é o maior estímulo para as pessoas não entrarem no crime” .
Ao encerrar apela para a consciência, para que o eleitor não se deixe enganar e não venda o voto: “Diga não aqueles que oferecem algo em troca do voto. Lá na frente a pessoa vai perceber que quem compra voto não está preocupado com a melhoria da vida, com os problemas da cidade ou da região. Quer apenas tirar proveito”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.