Curta vantagem para coalizão de Merkel nas eleições alemãs

angela-merkel

A coalizão da chanceler Angela Merkel, integrada por conservadores e liberais, obteria uma curta vantagem nas eleições legislativas de domingo, segundo uma pesquisa publicada neste sábado.

Segundo a pesquisa do Instituto Emnid, que será publicada no domingo no semanário Bild am Sonntag, os conservadores de Merkel (demo-cristãos da CDU e o partido bávaro CSU) obteriam 39% dos votos e o partido liberal FDP 6%. A oposição social-democrata do SPD alcançaria 26%, e seus aliados Verdes 9%. A esquerda radical Die Linke também conseguiria 9%.

Por sua vez, com apenas 4%, o partido anti-euro Alternative fur Deutschland (AFP) não superaria o mínimo necessário de 5% para estar representado no Bundestag (Parlamento federal). Somando votos, a coalizão de Merkel (CDU, CSU e FDP) obteria 45%, um ponto a mais que a oposição (SPD, Verdes e esquerda radical), com 44%. No entanto, o SPD descartou formar governo com a esquerda radical.

Há vários dias, o cenário mais citado nos jornais é o de uma grande coalizão entre os conservadores de Merkel e os sociais-democratas, uma situação que já ocorreu no primeiro mandato de Merkel (2005-2009).

Cerca de 61,8 milhões de eleitores estão convocados no domingo às urnas para eleger os 598 deputados do Bundestag, que depois escolhem o chanceler.  (AFP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *