Dallangnol já negociava investimos para os R$ 2,5 bi da fundação Lava Jato

O procurador Deltan Dallagnol começou ainda em janeiro a negociar com a Caixa Econômica Federal alternativas de investimento para a fundação da Lava Jato. A tramoia jurídica administraria um fundo de R$ 2,5 bi formado com dinheiro da Petrobras. O acordo que envolvia o governo dos EUA foi suspenso nesta semana.

Em ofício de 25 de janeiro, o diretor jurídico, Gryecos Attom Loureiro e o vice-presidente de Fundos de Governo e Loteria, Roberto Barros Barreto, respondem à solicitação de Dallagnol sobre as alternativas de remuneração.

Pelo jeito, Deltan terá muito o que explicar…

As informações são do Consultor Jurídico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *