Delator: mais lenha na fogueira

Marcelo Odebrecht enviou à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal outros emails que trariam menções ao ministro Dias Toffoli, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal).

Segundo pessoas que tiveram acesso aos documentos, além do apelido “amigo do amigo do meu pai”, Toffoli também foi creditado apenas com a letra “T.” em algumas mensagens.

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) protocolou no STF uma solicitação de informações sobre o andamento do processo que vai decidir sobre a implantação dos votos impressos nas eleições de 2020.

A emenda que instituiu a impressão do voto em 2015 foi de autoria do presidente Jair Bolsonaro, que era deputado na época. (Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *