Delegada diz que vai auditar as contas do prefeito do Recife

“Vou botar a casa em ordem e isso se faz com auditoria”, disse Patrícia Domingos (Podemos) em live com Ricardo Antunes nesta quarta-feira (8). Além de frisar esse depoimento, o Blog destaca também sobre a vontade de entrar para a política após o fechamento da Decasp de maneira abrupta.

“Quando a gente se muda para uma casa você faz as reformas necessárias para que a casa possa ser habitável, para que você possa morar. Estamos acompanhando uma série de barbaridades com o dinheiro público durante a pandemia, fora as outras situações, os outros escândalos que a prefeitura já vem envolvida aí há mais tempo. A primeira providência que eu vou tomar como gestora é botar a casa em ordem e isso se faz com auditoria” afirmou.

Na questão política ela disse ainda que tem muito a contar e frisou que sua Delegacia só foi fechada depois que colocou o empresário da máfia das merendas na prisão.

“Estamos acompanhando uma série de barbaridades com o dinheiro público durante a pandemia”, diz Patrícia Domingos.

“Soube pelo blog da Noélia Brito que havia sido extinta a delegacia, num sábado pela manhã, eu disse: “não é possível”. Fui olhar no Diário Oficial e me deparei com o projeto de Lei e até hoje não tem explicação. Foram 15 grandes operações, 49 presos […], R$ 13 milhões devolvidos aos cofres públicos, 1 delação premiada […]. Meu nome era referência contra a corrupção em Pernambuco e ainda é”.

“Eu passei quatro anos na delegacia de combate à corrupção desse estado e há um ano e meio atrás a delegacia foi fechada de forma abrupta, repentina, sem que fosse dada uma explicação convincente para qualquer um de nós, inclusive para mim que era delegada titular da Decasp” concluiu.

Ela relatou que após o fechamento da Decasp dedicou seu tempo para ensinar o cidadão como combater a corrupção usando apenas o celular.

“Eu iniciei uma série de palestras gratuitas, já foram 32 duas palestras, a maioria na capital e Região Metropolitana, algumas nos interiores. Nessas palestras eu passei a ensinar o cidadão a combater a corrupção utilizando seu celular, como fiscalizar os gastos públicos, como fazer denúncias anônimas, preservando a sua identidade e como poder rivalizar denúncias de corrupção” disse.

Fonte: Blog Ricardo Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *