Desesperado por voto, Bolsonaro diz que “entrará na Justiça para baixar combustível”

Depois de três anos e meio sem se preocupar com a escalada inflacionária que devasta o país, presidente quer agora atacar explosão de preços da gasolina e do diesel

Bolsonaro em sua live de quinta-feira.Créditos: YouTube/Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro deu uma declaração em sua live semanal nesta quinta-feira (12) que foi lida por muitos analistas como um gesto de desespero diante de sua erosão política. Atrás de Lula em todas as pesquisas eleitorais, o líder da extrema direita afirmou que “entrará na Justiça para baixar o preço dos combustíveis”, já que a inflação, sobretudo ocasionada pela disparada da gasolina e do diesel, é um de seus maiores problemas para o pleito de outubro.

Emparedado com a sua situação eleitoral por conta dos preços exorbitantes de praticamente todos os produtos, não só dos combustíveis, o chefe do Executivo federal tentou se explicar diante da situação e afirmou que as mudanças que vem fazendo em sua equipe de governo são para tentar resolver o problema.

“Estamos fazendo o possível, sem interferência, para fazer a Petrobras entender qual é o seu papel. Entender como? Fazendo mudanças. Como nós fizemos aqui no Ministério de Minas e Energia. A gente espera fazer mudanças de pessoas, a gente pode fazer, buscar melhorar, diminuir o preço do combustível no Brasil”, falou o presidente durante a transmissão pela internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.