Doria ignora aliados, comparece a ato contra Bolsonaro e se compromete com luta pela “democracia”

Da Redação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), ignorou o conselho de aliados e decidiu comparecer ao ato contra o presidente Jair Bolsonaro que ocorreu neste domingo, 12, na Avenida Paulista, em São Paulo.

O receio era de que o tucano fosse rejeitado por parte dos manifestantes e recebesse vaias, além também de numericamente a manifestação ser bem menor do que a que ocorreu há uma semana, a favor do governo Bolsonaro.

Em coletiva de imprensa, Doria se comprometeu em estar sempre à frente na luta pela “defesa da democracia”.

“Eu estarei presente. Sou brasileiro, democrata, e não importa em que circunstância, estarei sempre ao lado da verdade, ao lado da verdadeira bandeira brasileira e dos valores que nos movem em defesa da democracia”, disse. As informações são da Folha de S. Paulo.

Doria vai disputar as prévias pelo PSDB para tentar se confirmar como o candidato do partido para a presidência em 2022. Apesar do apoio a Bolsonaro em 2018, o governador de São Paulo se tornou um dos principais opositores do Planalto, principalmente durante a pandemia de Covid-19.

Após as falas golpistas do presidente Jair Bolsonaro no último 7 de setembro, quando ameaçou descumprir futuras decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), a Executiva Nacional do PSDB decidiu por assumir a oposição ao governo federal.

O partido se mobilizou junto a outros como PSD e Solidariedade em prol do impeachment, mas a intervenção do ex-presidente Michel Temer acalmou os ânimos e a discussão foi para o segundo plano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *