Eduardo Bolsonaro usa desembargador de Santos para atacar Doria: “Estamos numa ditadura”

Em vídeo, o desembargador Ivan Sartori diz que o isolamento social é pior do que a ditadura militar de 1964 e que cabe a Bolsonaro decidir as políticas contra o coronavírus

Eduardo Bolsonaro – Foto: Reprodução/YouTube

O deputado federal Eduardo Bolsonaro foi às redes sociais na noite desta quinta-feira (9) para apoiar os ataques de seu pai, Jair Bolsonaro, contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Os dois têm divergido sobre a gravidade e meios de combate ao coronavírus no país.

O filho do presidente publicou um vídeo do desembargador Ivan Sartori, de Santos, litoral sul de São Paulo, para atacar o tucano. No vídeo, Sartori diz que o isolamento social é uma forma de “ditadura”, pois restringe o direito de “ir e vir”. A medida, no entanto, é defendida pelas principais autoridades de saúde por ajudar a diminuir o número de infectados pelo vírus.

“Nossa liberdade de ir e vir já não existe. Manifestação de pensamento… Já vem logo um jornaleco a serviço do prefeito desqualificar as pessoas que são contra o entendimento dele, como já aconteceu aqui em Santos”, afirma o desembargador.

Em seguida, Sartori diz que o isolamento social é pior do que a ditadura militar de 1964. “Pessoas já não podem caminhar no calçadão, na praia, idosos são abordados caminhando pelas ruas, as vezes de forma truculenta. Gente, nosso pânico tá permitindo que esses oportunistas implantem controle social, implantem uma ditadura como nunca se viu, nem antes no regime militar”, continua.

Confira:

Eduardo Bolsonaro🇧🇷

@BolsonaroSP

DESEMBARGADOR DETONA DÓRIA E PERGUNTA: “ESTAMOS NUMA DITADURA?”

Desembargador Ivan Sartori vive em Santos-SP e fez duras críticas a governadores e prefeitos autoritários.

*Completo:https://youtu.be/TsjxfRuUf50 

Vídeo incorporado

4.534 pessoas estão falando sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *