Elio Gaspari fala em “fritura” de Paulo Guedes após contração da indústria e queda de vendas no varejo

“O maior problema da quitanda do ministro está na entrega de berinjelas à freguesia”, disse o jornalista sobre o resultado pífio das políticas neoliberais de Paulo Guedes

Paulo Guedes (Reprodução/YouTube)

Em sua coluna neste domingo (16), o jornalista Elio Gaspari fala de um processo de “fritura” do ministro da Economia, Paulo Guedes, que não estaria conseguindo entregar “as berinjelas à freguesia”, em relação ao pífio desempenho da economia sob as políticas neoliberais que o economista vem conduzindo à frente do governo Jair Bolsonaro.

“O maior problema da quitanda do ministro está na entrega de berinjelas à freguesia. A contração da indústria e a queda das vendas do varejo em dezembro são fatos reais”, relata o jornalista, antecipando uma possível saída do secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, que tem recebido muitas reclamações de investidores internacionais, preocupados sobretudo com as políticas devastadoras na área ambiental.

Segundo Gaspari, “a fritura de Guedes tem aspectos de uma autocombustão”. “A reforma tributária do ministro tornou-se um Rolls-Royce sem motor, lindo quando parado, mas sem a CPMF. A administrativa foi envenenada numa proeza de Asmodeu. Ele conseguiu viciar uma discussão sobre algo que não afetará os servidores que estão em atividade hoje”.

O jornalista finaliza sua análise invertendo a máxima do humorista e deputado federal Tiririca (PP-SP). “Guedes, como todo “Posto Ipiranga”, está em cima de um depósito de combustível e, ao contrário do que dizia Tiririca, pior fica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *