Em 70 dias, Olívia dobra intenções de voto e Denice mantém os 4% em diferentes pesquisas

Fotos: Secom / Alba

Os dirigentes do PT baiano têm motivos de sobra para se preocupar com o desempenho de Major Denice Santiago (PT) nas pesquisas de intenção de voto para Salvador.

No levantamento divulgado pelo instituto Real Time Big Data, em parceria com a Record Bahia, Denice apareceu com 4% das intenções de voto, atrás de Olívia Santana (7%), Isidório (16%) e Bruno Reis (32%) e quase empatada com Cezar Leite (3%). Em outro cenário, Denice também fica atrás de Lídice da Mata (11%).

O número alcançado pela pré-candidata do PT ontem é praticamente o mesmo que ela conseguiu na pesquisa do Instituto Paraná, divulgada pelo Bahia Notícias, no dia 21 de maio – ou seja, há quase 80 dias.

Neste levantamento, Denice marcou 3,7%, empatada com Olívia, que pontuou 3,4%. Portanto, a pré-candidata do PCdoB conseguiu quase dobrar seu percentual de votos, enquanto Denice, mesmo com a ajuda de nomes importantes do PT como o governador Rui Costa e da ex-presidente Dilma Rousseff, além do presidenciável Fernando Haddad, praticamente não saiu do lugar.

Nesta semana, circulou a informação de que o senador Jaques Wagner (PT) não quer que o PT gaste muita energia com a campanha de Denice em Salvador para poder dar atenção a candidatos em cidades estratégicas do interior, onde o partido tem mais chances.

A preocupação do senador tem sentido, uma vez que o petista quer ser candidato a governador em 2022 e teme que a legenda termine a eleição municipal sem Salvador e sem outras cidades baianas por falta da devida atenção – e financiamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *