Em entrevista, o prefeito de Cabrobó Marcílio Cavalcanti afirma que os serviços essenciais funcionam regularmente no município

Após veiculadas notícias sobre a limpeza pública na cidade de Cabrobó, o prefeito Marcílio Cavalcanti concedeu entrevista nesta sexta-feira (19) e reforçou o funcionamento regular dos serviços essenciais no município.

“Fui em várias visitas (à Brasília), não tem dinheiro na União, o Estado também não tem dinheiro. Acho difícil, a dificuldade econômica no setor privado também é enorme”, relatou, mesmo com esse cenário, o gestor destacou a valorização do professor no município. “Antigamente era um minicontrato de R$ 280, agora a gente passou para um salário-mínimo. Isso foi uma valorização enorme que a gente fez. Melhoramos a merenda escolar, o transporte escolar está em funcionamento”.

Marcílio falou sobre a melhoria no sistema de iluminação da cidade, “A gente está enfrentando a questão da iluminação da cidade, já trocamos 635 lâmpadas LED e vai ser implantada em janeiro a economia de 30% para o consumidor. A gente sabe que a lâmpada LED é economia e segurança para a pessoa. Eu fico alegre quando eu chego em Pedro Quirino no bairro Beira Rio quando as pessoas me relatam que brincam nas ruas, isso nunca tinha acontecido”, disse em entrevista.

Mesmo com as dificuldades, o prefeito garante que busca recursos e alternativas para dar qualidade de vida aos cabroboenses. “Tenho fé em Deus. As estradas estão sendo feitas, já fizemos mais de 500 quilômetros de estradas em Cabrobó e com recurso próprio. Tem uma emenda e o governador fez o convênio mas até hoje não liberou R$ 1 milhão para a implantação das lâmpadas de LED”, finalizou.

O prefeito aproveitou o espaço e informou que não há qualquer motivo para intervenção judicial no município, “Isso só acontece quando faltam os serviços essenciais como saúde, educação ou existe uma acusação de corrupção e Cabrobó, não tem nenhum desses casos”.

Água nas propriedades rurais

Uma das maiores obras da atual gestão foi a abertura das comportas da transposição do Rio São Francisco, localizada em Riacho Grande, em novembro passado, que beneficiou 1500 famílias na região. A ação foi uma articulação do prefeito Marcílio Cavalcanti junto ao Ministério da Integração Nacional.

A prefeitura ainda construiu passagens molhadas e consertou barragens para represar e direcionar a água para as pequenas propriedades rurais beneficiando o agricultor. Foram abertas também oito cacimbas em várias comunidades que estão irrigando cerca de 10 mil hectares de terras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *