Em protesto, grupo contesta fala de Paulo Câmara sobre violência

Cruzes foram espalhadas nas proximidades do Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, em protesto contra os crescentes índices de violência no Estado. Nos primeiros três meses de 2017, foram registradas 1.522 mortes e 497 casos de estupro.

O ato foi intitulado “Desconforto”, em referência a uma fala do governador Paulo Câmara (PSB), que afirmou, em entrevista à Rádio Jornal, que a “situação está muito desconfortável”.

Durante o protesto, a frente do Palácio esteve bloqueada, impedindo que os manifestantes pudessem ter uma maior aproximação do local. Mesmo assim, foram feitas performances no entorno do Palácio para chamar atenção.

Em mais uma alfinetada após uma série de atritos com o socialista, o advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, surfou na onda do protesto e fez uma publicação no seu Facebook em apoio à manifestação.

O Pacto pela Vida, programa que chegou a reduzir os índices de homicídios em Pernambuco, foi criado no primeiro ano de mandato de Eduardo, em 2007, e era uma das vitrines dele. (JC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *