Esgota livro que denúncia Lula como ‘dedo duro’ dos militares

682 Visualizações

12/12/2013

Ex-secretário nacional de Justiça promete revelar esquema envolvendo petistas (Foto: Veja)

O tal livro-bomba do ex-secretário nacional de Justiça Romeu Tuma Júnior,  Assassinato de Reputações – Um Crime de Estado, teve a sua primeira edição, de 3.500 exemplares, esgotados. A nova, que chega na próxima sexta-feira (13) às livrarias, terá 10 mil cópias distribuídas pela editora Topbooks. A publicação, que teve parte do seu conteúdo antecipado pela revista Veja no fim de semana, traz a informação de que o ex-presidente Lula teria atuado como informante do regime militar durante a ditadura.

O ex-secretário Nacional de Justiça também antecipou que, enquanto estava no Ministério da Justiça, teve acesso à informação de que haveria uma conta nas ilhas Cayman que era utilizada para movimentar recursos do esquema do mensalão.  Tuma Jr. também destacou que  o governo Lula usava a máquina pública para montar dossiês contra adversários.

A liderança dos Democratas na Câmara, inclusive, já adiantou que vai protocolar um requerimento para que Romeu Tuma Jr. esclareça denúncias sobre o PT e o governo Lula na publicação.

O livro promete causar impacto semelhante ao Privataria Tucana, do jornalista Amaury Júnior, que apresenta documentos que apontam para irregularidades no processo de privatização das teles. Vários tucanos, incluindo o ex-governador José Serra, são “destacados” na publicação.

Fonte: FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 5 = zero

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>