Estadão condena ‘molecagem’ e ‘falta de caráter’ de Bolsonaro e Valdemar

Os dois tentaram um golpe que foi prontamente rechaçado por Alexandre de Moraes

www.brasil247.com - Valdemar Costa Neto e Jair Bolsonaro
Valdemar Costa Neto e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução | Marcelo Camargo/Agência Brasil | Clauber Cleber Caetano/PR)

O jornal Estado de S. Paulo condenou, em editorial, a tentativa de golpe patrocinada por Jair Bolsonaro e Valdemar Costa Neto, que foi prontamente rechaçada pelo ministro Alexandre de Moraes, que não apenas multou o PL em R$ 22 milhões, como também bloqueou os recursos do fundo eleitoral do partido.

“Eis a irresponsabilidade do PL. Um devaneio golpista de Jair Bolsonaro é suficiente para que a legenda peça à Justiça Eleitoral a anulação dos votos de 279,3 mil urnas eletrônicas, urnas estas que funcionaram perfeitamente nas eleições de 2018 e no primeiro turno de 2022”, escreve o editorialista.

“É desolador que o presidente da República – eleito precisamente pelo voto depositado nas urnas que agora contesta – e o maior partido do Congresso manifestem tamanho descompromisso com o regime democrático e com o interesse público. Revelam-se assim não apenas tacanhos, incapazes de reconhecer uma derrota eleitoral, mas inaptos a funções públicas num regime democrático. Não cabe no Estado Democrático de Direito tal molecagem, tal desprezo pelo eleitor, tal indiferença com a lei”, prossegue.

.

“Em sua inépcia, a ação do PL reitera uma vez mais a lisura das urnas eletrônicas. Não há rigorosamente nada a contestar. O que falta a alguns é a honradez de aceitar a vitória do adversário – mas isso não é um problema técnico, e sim de caráter”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.