Ex-ministro de Lula diz que Alan García deu exemplo de ‘dignidade’ com suicídio

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-ministro da Justiça do governo Lula Tarso Genro (PT) comentou, em seu perfil no Twitter neste sábado (20),o suicídio do ex-presidente do Peru Alan García, acusado de corrupção no esquema de propinas da Odebrecht no país vizinho. García tirou sua própria vida, nessa quarta-feira (17), momentos depois da chegada da polícia e do promotor à sua casa em uma operação para prendê-lo.

Segundo Tarso Genro, o ex-presidente peruano “deu um exemplo de dignidade com seu suicídio” sendo “inocente ou não”. O petista ainda comparou a “inocência” do peruano a do ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ao afirmar crer que Alan García era “mais inocente do que FHC na compra da reeleição”.

Tarso Genro@tarsogenro

Alan Garcia, inocente ou não -creio que mais inocente do que FHC na compra da reeleição- sobretudo deu um exemplo de dignidade com seu suicídio. Recusou a submissão às execuções sumárias pelos Juízes treinados pela CIA, para fulminar o Estado de Direito na América Latina.

429 pessoas estão falando sobre isso

O ex-ministro fez uma referência ao episódio da votação da emenda constitucional da reeleição para presidente, governadores e prefeitos. A proposta foi aprovada em meio à polêmica sobre suspeitas de compra de votos de parlamentares para aprová-la. Fernando Henrique acabou concorrendo à reeleição e vencendo no primeiro turno nas eleições de 1998 derrotando mais uma vez o ex-presidente Lula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *