Ex-presidente cobra ação política de Dilma

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) parece um tanto desgostoso com o que considera exemplos de falta de traquejo político da presidente Dilma Rousseff (PT) e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Apesar da recente disposição de Dilma de agradar um pouco mais os políticos, Lula tem reclamado da preferência da presidente por quadros técnicos em seu ministério. Ele atribui à falta de atenção com a política “o pessimismo” que existe em relação à economia e à Copa do Mundo. As informações são do jornal O Globo.

De acordo com a publicação, pressionada por Lula, Dilma já recuou da ideia de fechar o mandato com secretários-executivos no comando de vários ministérios e, declarou que, na reforma ministerial que fará, não promoverá técnicos. Ela deve aproveitar a saída de dez ministros que disputarão as eleições para tentar amarrar o apoio de partidos aliados à sua reeleição.

Quando o PSB, do governador Eduardo Campos, deixou o governo, a expectativa do PMDB era de emplacar o senador Vital do Rêgo (PB) de imediato. Porém, as expectativas foram frustadas, já que ela nomeou interinamente o secretário de Infraestrutura Hídrica, Francisco Teixeira. Vital deve ser nomeado na virada do ano.

Lula disse a interlocutores, nas últimas duas semanas, que os servidores de carreira e as nomeações de perfil técnico são para acompanhar as decisões do dia a dia, mas que a pasta e o governo têm que ter viés político. “Esse pessimismo é porque não tem política”, afirmou.

Lula também tem se mostrado preocupado com a Copa do Mundo. E a culpa, acredita, é da falta de traquejo político do governo. Outra preocupação do ex-presidente tem sido a relação de Dilma com os empresários e o mercado financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *