Globo tem novo racha no elenco após grande escândalo vir à tona e envolver jornalismo da emissora: ‘criminoso’

Elenco da Globo racha entre apoio e críticas a Sergio Moro e ao procurador Deltan Dallagnol da Lava Jato (Reprodução)
Elenco da Globo racha entre apoio e críticas a Sergio Moro e ao procurador Deltan Dallagnol da Lava Jato (Reprodução)

Os recentes escândalos envolvendo o ex-juiz da 13º Vara Federal de Curitiba e atual ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro, Sergio Moro, e a operação Lava Jato, tendo como principal expoente o procurador Deltan Dallagnol, repercutiu, mais uma vez, entre o elenco da TV Globo, dividido entre apoiadores e críticos do hoje ministro. Ainda, os vazamentos pegaram em cheio também o jornalismo da Globo, acusado pelo fundador do site The Intercept Brasil, Glenn Greenwald de agir em conluio com os procuradores, “trabalhando para a Lava Jato”.

Desde que as mensagens atribuídas a Sergio Moro, Deltan Dallagnol, outros procuradores da Lava Jato, e até mesmo o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, vir à tona, grandes personalidades que compõem o elenco da TV Globo têm se manifestado de forma favorável e contrária ao ministro da Justiça.

 

A atriz Regina Duarte, por exemplo, continua sendo uma fã fervorosa de Sergio Moro. Apoiadora ferrenha da Lava Jato desde os primórdios da operação em 2014, e uma das famosas que participaram de manifestações pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff, Duarte, que fez campanha para Jair Bolsonaro, e até se ofereceu para trabalhar na gestão do hoje presidente, já utilizou suas redes sociais para demonstrar apoio ao ex-juiz.

Por outro lado, outro grande nome da dramaturgia da Globo, José de Abreu, aumentou suas já costumeiras críticas ao ministro de Bolsonaro, a quem o artista acusa de ter agido de maneira parcial e antiética no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por Moro em um processo envolvendo um tríplex no Guarujá. Para Abreu, Moro é um “ministro criminosa” que fora, na época de magistrado, um “juiz criminoso”.

Uma grande surpresa foi o ator Thiago Lacerda, outrora grande apoiador de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e da Lava Jato, imediatamente aos vazamentos das primeiras conversas pelo The Intercept, o contratado da Globo manifestou-se contra o ex-juiz de Curitiba, e pediu a liberdade de Lula. Outro grande nome da emissora carioca, a atriz Letícia Sabatella criticou as atuações supostamente antiéticas do outrora magistrado, a quem acusa de ter atuado de forma parcial no julgamento de Lula – a famosa costuma replicar matérias sobre o assunto em suas redes sociais.

Outra famosa da Globo apoiadora da Lava Jato, Moro e de Bolsonaro, a atriz Susana Vieira compartilhou em sua conta no Instagram uma frase de Millôr Fernandes, que foi entendida por internautas como apoio ao ministro da Justiça. “O Brasil é o único país em que os ratos conseguem botar a culpa no queijo”, diz.

+Coluna dos Famosos: A dura punição de Fernanda Gentil na Globo, Didi flagrado de maneira inacreditável e Sasha assume quem é

Jornalismo

Pouco tempo depois dos primeiros vazamentos pelo The Intercept Brasil, o jornalista Glenn Greenwald acusou a TV Globo de manter parceria com a Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol, e o ex-magistrado Sergio Moro. A emissora, por intermédio do diretor de jornalismo da emissora, Ali Kamel, negou as acusações feitas por Glenn, e disse ter sido procurada pelo jornalista que teria proposto parceria com o canal para divulgar, em conjunto, as mensagens hoje divulgadas e em processo de divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *