Governo pagou 145 pensões a servidores que arrumaram emprego, diz coluna

Dados são de relatório da CGU

Redação
Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

 

O governo federal seguiu pagando 145 pensões por invalidez a ex-servidores que conseguiram um novo emprego. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

Os dados constam de um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), após auditoria no Ministério da Economia no ano passado.

Segundo os auditores, o governo deixaria de gastar R$ 1 milhão por mês se interrompesse esses pagamentos irregulares.

“A situação encontrada reveste-se de irregularidade, uma vez que existe jurisprudência firmada pelo TCU no sentido de que a pensão por invalidez tem como pressuposto a total incapacidade para o exercício de atividade que garanta a subsistência”, disse o relatório.

Os órgãos federais com mais pensões irregulares foram o Ministério da Infraestrutura (31), Ministério da Saúde (14) e Ministério da Fazenda (11), atual Ministério da Economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *