Grito de que há ladrões na Câmara esquentou o clima

Convocação de ministro da Educação esquenta clima na Câmara

Coluna do Estadão – Alberto Bombig

Foi tenso o embate entre o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), e o Centrão, segundo relatos, por conta da convocação do ministro da Educação. Em certo momento, Waldir disse a deputados que Abraham Weintraub dará uma “aula” no plenário. Um membro do Centrão rebateu: “Que bom, porque eu sou burro”. O líder do PSL, então, provocou: “Vem ensinar porque é professor, se fosse delegado, como eu, viria para prender”.

A sugestão de que há ladrões na Casa esquentou o clima e ajudou na derrota acachapante do governo.Quando percebeu o erro cometido, o PSL tentou corrigir os rumos e orientou a votação contra a convocação de Weintraub em plenário. Já era tarde.

Deslocado. Major Vitor Hugo (PSL-GO) só usou a tribuna às 19h55. Disse que a convocação do ministro seria uma “excelente oportunidade” para Weintraub.

Já a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), que nunca escondeu o incômodo com a atuação de Vitor Hugo, sondou um deputado do Centrão para substituir o líder na Câmara. Ficou sem resposta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *