Hoje vice de Lula, Alckmin já chamou o petista de ‘fujão’ por ausência em debate

Petista justificou ausência apontando ‘virulência e desespero’ de adversários

Redação
Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

 

Candidato a vice na chapa do petista, Geraldo Alckmin (PSB) já chamou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “fujão” por não comparecer a debate entre presidenciáveis, em 2006.

De acordo com informações da coluna Painel, na Folha de S. Paulo, na época Lula, que disputava a reeleição, justificou a ausência afirmando que era “fato público e notório o grau de virulência e desespero de alguns adversários, que estão deixando em segundo plano o debate de propostas e ideias”.

Na ocasião, o ex-tucano emitiu uma nota apontando atitude “vergonhosa” do petista e afirmando que o adversário não tinha como explicar os escândalos no governo. Segundo a publicação, aliados apontaram que a ausência de Lula no debate prejudicou a vitória do petista contra Alckmin já no primeiro turno.

Mesmo com o histórico, a estratégia da campanha do ex-presidente prevê nova ausência em debate, desta vez o do SBT, previsto para este sábado (24). Desta vez, no entanto, com Lula e Alckmin aliados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.