Homem é preso pelo assassinato da esposa e do enteado em Salgueiro, PE

Joaquim Parcilio foi recolhido no Presídio de Salgueiro pelo assassinado da esposa e do enteado — Foto: Divulgação/ Polícia MilitarJoaquim Parcilio foi recolhido no Presídio de Salgueiro pelo assassinado da esposa e do enteado — Foto: Divulgação/ Polícia Militar

Joaquim Parcilio foi recolhido no Presídio de Salgueiro pelo assassinado da esposa e do enteado — Foto: Divulgação/ Polícia Militar

Policiais civis e militares prenderam na terça-feira (16) Joaquim Parcilio da Silva, de 56 anos, na Aldeia Curtume, na Zona Rural de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. Ele confessou ter assassinado a esposa Aparecida da Silva , conhecida como ‘Cida Atikum’ e o enteado Humberto Erick da Silva Araújo. O crime aconteceu no dia 25 de março, quando oscorpos de mãe e filho foram encontrados dentro de casa, no bairro Planalto, em Salgueiro.

Após o interrogatório, Joaquim Parcilio foi recolhido no Presídio de Salgueiro para o cumprimento da pena.

Investigação

Mãe e filho foram encontrados mortos dentro de casa em Salgueiro — Foto: Reprodução/ Redes Sociais Mãe e filho foram encontrados mortos dentro de casa em Salgueiro — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Mãe e filho foram encontrados mortos dentro de casa em Salgueiro — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Policiais civis e peritos do Instituto de Criminalística (IC) se deslocaram a casa da família e constataram que as vítimas haviam sido assassinadas. A perícia analisou as fotografias da cena do crime e concluiu que havia uma marca de pegada de uma terceira pessoa na casa.

De acordo com o IC, os corpos estavam dentro do quarto da residência. Maria Aparecida da Silva conhecida como “Cida Atikum”, de 42 anos, tinha perfurações feitos por faca nos braços, tórax e costas. Já Humberto Erick da Silva, de 18 anos, sofreu perfurações, também por faca, na região da nuca e do pescoço. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *