Idoso indígena de 106 anos é vacinado contra Covid-19 em abrigo de Fortaleza nesta terça-feira (19)

Pelo menos 173 idosos devem ser imunizados ainda nesta terça-feira (19), conforme a direção do Lar Torres de Melo; grupo de risco está incluso na primeira etapa da imunização contra a Covid-19, iniciada ontem (18)

Idoso de 106 anos recebe vacina após ter se recuperado da Covid-19, ainda em 2020
Foto: José Leomar

Inseridos na primeira fase para receber a vacina contra a Covid-19idosos do Lar Torres de Melo se tornam os primeiros a serem imunizados conta o novo coronavírus em um abrigo na capital, devendo contemplar pelo menos 173 internos, segundo a direção. Entre lágrimas e sentimentos de gratidão, grupo de risco compartilha a emoção de participar deste momento. José Pereira dos Santos, ou “Seu José”, como é conhecido, é indígena e é o mais velho integrante da instituição, com 106 anos. Após receber sua dose, comenta: “Foi só uma picadinha”.

 

Depois da instituição contabilizar 12 óbitos confirmados pela Covid-19, além de 7 casos suspeitos e 141 internos recuperados, a doutora de saúde do Lar,  Acácia Torres de Melo, aponta ser um momento de grande gratidão poder acompanhar a vacinação.

Para a interna Lázara Florêncio Chagas, 80 anos, a emoção foi forte ao ponto de lhe arrancar as palavras. Desde a noite anterior, quando acompanhou a notícia de que as vacinas haviam sido iniciadas no Ceará, relata não ter conseguido conter as lágrimas de felicidade.

“Acho que é o momento mais forte da minha vida, que já me aconteceu. Porque é uma coisa muito difícil, uma doença muito perigosa, então apareceu esse momento, que é glorificante”, compartilha.

 

Assim como Lázara, o Elcias Albuquerque Cosmo, 79 anos, também aguardava a chegada da vacina com bastante expectativa. “Desde a semana passada, venho esperando ser vacinado. Quero ser imunizado e não ter a Covid-19, porque nós idosos somos muito suscetíveis para pegar essa doença”, diz. Ao receber a vacina, não conseguiu conter a emoção. “Tô livre!”, gritou.

Já a gerente administrativa, Lúcia Severo aponta que a chegada da vacina foi aguardada com bastante ansiedade. “Dia após dia, a gente sempre nessa batalha. Eu particularmente confesso que não esperava tão rápido. Dez meses são quase dez anos”, relata.

Vacinação no Ceará

A primeira etapa da imunização contra a Covid-19 começou nesta segunda-feira no Ceará. Ao todo, o Estado recebeu 218 mil doses de CoronaVac em voo que chegou no fim da tarde de ontem (18). Uma população de 40 mil pessoas em Fortaleza receberá a vacina, aplicada em duas doses; em todo o Estado, 109 mil pessoas serão contempladas.

Quem será vacinado no Ceará

Conforme dados dos planos nacional, estadual e municipal de vacinação, a imunização ocorrerá da seguinte forma:

Fase 1

1. Trabalhadores da saúde
Onde: nos locais de trabalho e agendamentos para centros de vacinação dos trabalhadores que não estão na linha de frente

2. Idosos a partir de 75 anos

Onde: na própria residência

3. Pessoas com 60 anos ou mais e deficientes acima de 18 anos institucionalizados;
Onde: in loco

4. População indígena aldeada em terras demarcadas
Onde: in loco

Fase 2 (ainda sem data)

Pessoas de 60 a 74 anos

Fase 3 (ainda sem data)

Pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença, tais como portadores de doenças renais crônicas, cardiovasculares, dentre outras.

Fase 4 (ainda sem data)

  1. Trabalhadores da Educação;
  2. Forças de segurança e salvamento;
  3. Funcionários do sistema prisional;
  4. População privada de liberdade;
  5. Pessoas com deficiência permanente severa;
  6. Pessoas em situação de rua;
  7. Transportadores rodoviários de carga;
  8. Trabalhadores de transporte coletivo

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *