Idosos a partir de 60 anos buscam gratuidade nos transportes urbanos

A regra de gratuidade para idosos é a de mais de 65 anos. Diversas associações e entidades da sociedade civil buscam alterar essa regra, principalmente no Nordeste, onde a perspectiva de vida dos mais carentes mal chega aos 71 anos.

Na tarde desta segunda-feira a AAOMJ – Associação dos Aposentados e Pensionistas do Município de Juazeiro, representada pelo Presidente Professor João Regis; a Associação dos Moradores de Lago do Salitre, através de sua Presidente Erenice Costa da Silva; Luzinete Pedrina de Sena, representando a Associação dos Moradores do Rodeadouro; José Nilton Rodrigues da Cruz da Associação de Moradores da Malhada da Areia e diversos outros representantes de associações e entidades, estiveram com o presidente da Câmara de Vereadores de Juazeiro, Alex Tanuri para solicitarem alteração da idade mínima para a gratuidade no transporte urbano.

De acordo com o Diretor Legislativo da Câmara de Vereadores, Webster Moraes, a Constituição determina gratuidade acima de 65 anos, mas o Poder Executivo Municipal pode, através de lei, rebaixar a idade: “É uma decisão do prefeito, que tem de ser colocada em lei para a aprovação dos vereadores”.

O Presidente da Câmara, Alex Tanuri, diz concordar e se sensibilizar com os argumentos apresentados pelos comunitários: “O fim dos subsídios aos combustíveis elevou de forma assustadora o preço das passagens dos transportes urbanos e a expectativa de vida, ou seja, o benefício só vem quando a vida está no fim. Vamos levar esse pedido ao prefeito e com certeza ele vai analisar com bons olhos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *