Índio quer merenguiar em Juazeiro

Ontem (19) se comemorou no Brasil o Dia do Índio e ninguém viu um estudante com uma pena na cabeça ou cocá como acontecia há poucos anos em Juazeiro. Até a Praça do Índio, centro da cidade, ficou vazia, apenas a escultura do artista plástico Jota Mildes, a do índio com um arco e flecha ficou perdidona sem saber para onde mirar. Mas como os índios de hoje só querem saber de merenguiar curtindo lual, aí não tem Brasil que der jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *