Jorge e Matheus rompem com Villa Mix após mulher ser agredida na boate

Publicitária afirma ter apanhado de cinco seguranças de uma das franquias da empresa; em nota, dupla disse que repudia qualquer ato de violência

Redação
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal

A dupla sertaneja Jorge e Mateus romperam o contrato com uma empresa licenciada da Villa Mix, após o episódio de agressão dos seguranças a uma publicitária na boate, na última terça-feira (7).

Por meio de nota, a dupla informou que só em existir uma discussão sobre a conduta dos seguranças, “afasta absolutamente o interesse dos cantores” em ter a imagem e o nome vinculados à empresa. Eles defenderam ainda o “respeito à dignidade e integridade física” como “direito fundamental” de todos.

A publicitária Taynara Diniz diz ter sido agredida por cinco seguranças contratados pela Villa Mix, após discutir com um outro homem na boate. Ela teria sido levada para uma sala reservada, onde teria apanhado até fingir um “desmaio”. Nas redes sociais, Taynara revelou não ter sido a “primeira” a ser “espancada” no local:

“Não fui a primeira pessoa a ser espancada nessa casa de show, ou melhor, de horror. Infelizmente, sei que não serei a última. Vamos evitar que mais mulheres e homens sejam espancados por esse lixo de lugar”

Por outro lado, a VIlla Mix defende que os seguranças foram acionados depois que Taynara teria causado uma confusão, “capaz de colocar em risco a integridade física dos envolvidos e de terceiros”. A boate afirmou ainda que os seguranças foram agredidos emocionalmente e fisicamente .A Villa Mix, entretanto, pediu o afastamento dos funcionários, contratados de uma equipe terceirizada, enquanto aguardam a apuração dos fatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *