Jovem é preso por matar sogro a pedido da sogra no interior da Bahia

jovem preso

Um homem foi preso na última terça-feira pelo assassinato do lavrador Edson Moreira Cajado, 42 anos, no início do mês. O crime foi cometido a pedido da esposa da vítima, Vera Lucia Alves de Jesus, 36, após descobrir que estava sendo traída – ela pediu ao genro para executar o crime.

De acordo com a polícia civil, o crime foi cometido por Edmar de Jesus Silva, de 22 anos, aconteceu no último dia 3 de setembro, em uma fazenda de propriedade de Edson, na zona rural de Caém, a cerca de 340 quilômetros de Salvador.

A princípio, a polícia pensou que Edson havia cometido suicídio, mas exames periciais realizados pelo Departamento de Policia Técnica (DPT) revelaram que o lavrador tinha sido vítima de homicídio, já que foram encontrados vestígios de sangue no corpo do lavrador.

Segundo o delegado Fábio Santos da Silva, titular da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jacobina), o depoimento de Edmar ajudou as investigações: “Ele foi o único, entre os familiares, que demonstrou nervosismo com as perguntas”.

Ainda segundo a Polícia Civil, Edmar confessou o crime após saber que teria que realizar um exame de sangue para comparar com a amostra encontrada no corpo da vítima. Ele admitiu que sua sogra havia pedido que ele matasse o sogro após saber das traições do marido, que também tinha restrições quanto ao namoro da filha com o autor do crime.

Edmar foi para a fazenda de Edson armado com uma espingarda e inicialmente eles travaram uma luta corporal. Após ser atingido por uma pedrada, o sogro desmaiou e o genro aproveitou para disparar um tiro contra ele.

Genro e sogra foram autuados por homicídio qualificado e estão à disposição da Justiça, no Complexo Policial de Jacobina. (Correio)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *