Juazeiro: Criança engole moeda e o prefeito se mostra insensível por não atender pedido do pai da criança

Na manhã de sábado (21) da família do garoto João Luccas de três anos de idade fez peregrinação, de Juazeiro (BA) para realização de uma cirurgia que inicialmente foi regulada para Recife, mas por falta de leito acabou sendo transferida e realizada em Salvador. A pedido do pai João Marcos o assunto somente neste domingo (22) foi liberado para divulgação. Ele fez um resumo da ocorrência:

“Agora que já está tudo resolvido e o susto passou, resolvi compartilhar com vocês o que aconteceu com meu filho João Luccas, três aninhos. Nessa última sexta, às 21:30h, eu estava saindo do trabalho quando a mãe dele me mandou um áudio pedindo para ir para casa ligeiro que ele tinha engolido algum objeto, não se sabia ainda o que era, talvez fosse uma moeda, mas não tinha certeza! Levamos ele para UPA urgentemente. Chegamos lá, ele passou pela triagem e fomos informados que não havia aparelhos para bater o raio-x, em seguida Levamos rapidamente para Petrolina com indicação deles fomos para o Hospital Dom Malan, e em menos de 10 minutos fomos atendidos e foi feito o raio-x que mostrava o local exatamente onde estava esse objeto estranho que seria uma moeda realmente! Ela não havia descido, mas infelizmente no hospital Dom Malan também não fazia o procedimento de retirada do objeto da garganta do meu filho. Ele foi paro o soro, passou a noite deitado nos bancos dos corredores do hospital até a manhã do outro dia, sábado, 21 de setembro, feriado e comemoração do aniversário da Cidade de Petrolina ele ainda estava com a moeda na garganta e foi tirado um segundo raio x, para saber se ela ainda estava no mesmo local ou se já tinha descido.

Foi constatado que ela ainda estava lá exatamente no mesmo local, eles disseram que foi feito o pedido de transferência para retirada da moeda em Recife ou Salvador, e já era quase 10:00h da manhã e ainda não tinha respondido. Não quisemos mais esperar e fui até o Hospital Neurocárdio que fica ali próximo ao Dom Malan, fui me informar se lá, fazia o procedimento e quando cheguei no hospital com o meu celular na mão com a foto do raio-x do meu filho, mostrando a moeda na garganta, quando as portas abriram, comecei a encher os olhos de lágrimas e não consegui falar nada quando entrei na recepção, só mostrei a foto, e ainda com um nó na garganta consegui explicar o que estava acontecendo. Que meu filho tinha engolido essa moeda e que não estava encontrando nenhum hospital em Juazeiro ou Petrolina que fizesse esse procedimento de retirada da moeda.

Fui bem recebido no Neurocárdio pelas recepcionistas, ligaram para vários profissionais deste hospital, e eles informaram que faziam o procedimento, mais que não era barato não infelizmente!

Assim como o hospital Unimed me informaram quando passei a madrugada toda tentando encontrar qualquer lugar que fosse por aqui mesmo e não ter que demorar mais ou precisar viajar, não importasse o valor, mas eles disseram que teria que juntar uma equipe com vários profissionais especializados na área, Anestesista, Pediatria e outros, além do leito e outras coisas mais para ter que realizar esse procedimento.

De início já foi me avisando que só a Consulta na Unimed seria R$ 250.00 e não sabiam se iam retirar ainda. No hospital Neurocárdio tudo ficava em torno de R$ 2.500,00, mais conseguiram baixar os preços dos médicos de R$ 700 para R$400 e o outro de R$ 500 para R$300! O hospital cobraria o valor de R$ 1.000 reais somente do quarto e toda medicação.

Foi aí que resolvi procurar ajuda da imprensa. Os radialista Geraldo José e Vatermário Pimentel que me deram total apoio desde o início, inclusive, pelo direct do prefeito Paulo Bonfim no Instagram que foi o único que nem visualizou e se visualizou não me deu um posicionamento a respeito da situação! Tenho certeza que ele desativou a confirmação de leitura dessa página dele na rede social!
Meu filho já está bem, depois que acordou da sedação feita nele para realizar a endoscopia e retirar o objeto, acordou bem, conversando muito com a mãe que estava com ele a todo momento, com muita fome, e perguntando muito por mim, se o pai ia chegar para buscar ele, achando ele na inocência sem entender que ainda estava aqui pertinho de casa e que talvez eu pudesse ir visitá-lo.

Então estou aqui não para criticar os hospitais e nem a prefeitura de Juazeiro, Infelizmente não foi possível ter feito o raio-x aqui mesmo na cidade na upa de Juazeiro, teve que ser encaminhado para Petrolina. E logo depois para Salvador!

Mesmo assim fizeram o papel cumpriram com a sua obrigação e o dever que têm com os seus cidadãos sejam crianças, adultos, velhinhos a missão foi cumprida. Primeiramente agradecer a Deus e depois a todos que se mobilizaram nesse caso para que tudo saísse bem em nome de Jesus! Então fica aqui o meu muito obrigado a todos e vamos melhorar Juazeiro para que não venha acontecer esse descaso de não puder atender uma situação de risco como essa aqui na cidade e ter que ficar para um lado e para o outro! Juazeiro merece muito mais do que já é feito aqui pela administração! As crianças merecem muito mais ainda… Quem sabe um dia um candidato ou um governante não prometa em sua campanha e cumpra na sua gestão, a construção de um próprio hospital especializados somente para elas que são o futuro da nossa nação!

Um forte abraço e estou muito grato do fundo do meu coração, apesar de tudo já estar tudo resolvido. Fiquem todos com Deus! Cuidem sempre do filhinho de vocês, tenham atenção, observem eles, os assistam quando tiverem brincando com brinquedos que contém peças proibidas para idade deles!

João Marcos

Fonte: Blog Opára

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *