Juiz responsável por prisão de réus não foi comunicado

O juiz titular da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, disse neste sábado (16/11) que não foi comunicado oficialmente sobre a execução das penas dos condenados no processo do mensalão e que por isso nada pode fazer, de acordo com reportagem da Folha de S.Paulo. “Tudo o que sei é o que estou lendo na imprensa”, afirmou.

Caso os condenados cheguem à capital só com o mandado de prisão, eles não poderão ser encaminhados para as penitenciárias. “A ordem de prisão é dada pelo ministro [do STF Joaquim Barbosa] e a Polícia Federal tem que se reportar a ele. Só com o mandado eu não posso executar a pena”, afirmou Vasconcelos.

“Todo mundo está preocupado com o mensalão, mas ninguém se preocupa com os 12,5 mil presos que eu tenho que cuidar. Tenho que manter todo o sistema estabilizado”, disse o juiz.

O ex-ministro José Dirceu e outros oito réus se entregaram fora de Brasília. Da lista dos 12 primeiros mandados, somente não se entregou Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil. Policias estiveram na casa dele na sexta-feira (15/11), mas a família afirmou que não conhecia seu paradeiro. Parentes emitiram uma nota à imprensa neste sábado (16/11) afirmando que Pizzolato está na Itália há 45 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *