Jumentos ganham proteção contra extermínio que vêm sofrendo nas estradas do Sertão

O deputado estadual Odacy Amorim (PT-PE) inaugura neste domingo, dia 3 de novembro, a partir das 9h, o Parque Ecológico dos Jumentos. O espaço que funcionará numa área de cerca de 800 hectares na região de Rajada, distrito de Petrolina (760 Km do Recife), terá como finalidade, abrigar os jumentos que estão sendo mortos e provocando acidentes, alguns com vítimas fatais, nas margens das rodovias que cortam o Sertão do estado.

 Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco (PRF), até abril deste ano ocorreram 1.197 acidentes nas estradas sertanejas tendo como causador um animal, jumento na maioria das vezes. Os acidentes tiveram como consequência a morte de 54 pessoas e mais de 600 ficaram feridas entre graves e leves, isso no período de 2010 até o primeiro trimestre de 2013.

 Quanto à morte de animais, ainda não se tem um número preciso, mas segundo Odacy, a população de jumentos atualmente na região chega a pouco mais de 2 mil animais. São números que preocupam e o deputado tem tentado através de seu mandato, solucionar esse problema que atinge toda a região, entretanto ainda não obteve respostas oficiais.

 Por causa da falta de respostas, Odacy resolveu ele próprio buscar uma saída. O parlamentar investiu R$ 250 mil na implantação do Parque Ecológico, criando o Instituto Qualivida para administrar o espaço que inicialmente deverá receber mais de 300 animais.

 “Esse é um problema que não é difícil de ser resolvido, basta vontade. O que não pode é continuar este extermínios dos jumentos nas rodovias do Sertão e os acidentes constantes provocados por animais que por não terem mais onde ficar na caatinga, se abrigam nas margens das BRs em busca de alimentos para sobreviver e aí ou morrem ou causam acidentes, inclusive com mortes como temos conhecimento”, argumentou o deputado.

 Segundo Odacy, o número de jumentos é pouco para uma ação tão necessária que deveria existir por parte dos governos, até porque o jumento também é um dos símbolos do Sertão nordestino. O deputado relata que existem áreas que foram cercadas por órgãos governamentais para se tornarem reservas ambientais de caatinga e que serviriam para reunir os animais que foram expulsos desses locais.

 “Só a Codevasf, órgão federal que administra os perímetros irrigados na região de Petrolina e Juazeiro/BA, dispõe de quase 30 mil hectares de reserva. São 18 mil hectares na área do Salitre, em Juazeiro e outros 10 mil nos perímetros Nilo Coelho, Maria Tereza e Pontal, em Petrolina. No começo do meu mandato encaminhei ofícios para o então ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e para a presidência dor órgão em Brasília, no entanto a resposta dada foi que não teria como liberar a área de reserva que antes era habitat natural dos jumentos”, lamentou Odacy Amorim.

 O parlamentar sertanejo também cobrou uma posição do Ministério Publico de Pernambuco e do Ministério Federal para tentar resolver esse impasse das áreas de reserva não poderem abrigar os jumentos, mas também ainda não obteve resposta. “Mesmo com os acidentes diários, ainda não temos retorno dessa nossa solicitação”, frisou Odacy.

 O deputado destaca que assim como o cavalo selvagem é um símbolo para os americanos e lá foi feito um trabalho para acabar com o extermínio desses animais, os jumentos também são símbolos do Sertão e até bem pouco tempo, era o único meio de transporte, de carga, de pessoas, entre outras utilidades, para o sertanejo.

 “Os jumentos merecem a mesma atenção que foi dada aos cavalos selvagens nos Estados Unidos para salvá-los da extinção”, alertou Odacy. O Parque Ecológico dos Jumentos idealizado pelo deputado que já foi prefeito de Petrolina, maior cidade do Sertão pernambucano, também receberá outros animais e fará um trabalho de melhoramento da caatinga local.

 “Estamos fazendo a nossa parte, como Cristão e como homem público. Buscamos parcerias com as prefeituras e Polícia Rodoviária Federal que serão os responsáveis pela captura dos animais”, disse. O deputado revela ainda que conseguiu com o Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) a colocação cercas nos trechos da BR-428 entre Cabrobó e Petrolina. “Toda a margem da rodovia será cercada”, acrescentou.

 Outra iniciativa que mereceu elogios do deputado vem de uma rede de postos de gasolina na região, que tem vários pontos nas rodovias do Sertão. O proprietário da rede entrará no projeto, dando descontos no combustível a quem contribuir com a manutenção do Parque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *