Justiça aponta que Brasil tem 370 mil usuários de crack

crack

O Brasil tem 370 mil usuários de crack, somente nas capitais, sendo 50 mil crianças. A maior parte começou a usar a droga pela facilidade de acesso ou ainda por curiosidade (58,3%) e, ao contrário do senso comum, somente 40% vivem nas ruas. Os dados fazem parte do que o Ministério da Justiça classifica como a maior pesquisa já feita sobre a droga no mundo. O trabalho, realizado em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi iniciado em 2011 e divulgado na manhã desta quinta-feira (19).

A maior parte dos usuários tem, no máximo, o ensino fundamental completo (78%) e, nas capitais, usa a droga em média há 91 meses. Fora das capitais, são 59 meses de tempo de uso. O número de pedras consumidas por dia varia entre 11 e 16 (interior e capitais, respectivamente), sendo maior o consumo das mulheres (21) do que o dos homens (14).

Ainda segundo o estudo, a região Nordeste é a que tem mais usuários nas capitais (120 mil), seguida por Sudeste (100 mil), Centro Oeste (45 mil), Sul (34 mil) e Norte (30 mil). Outros motivos que também levaram ao do uso do crack, segundo os sete mil usuários entrevistados, foram perdas afetivas, problemas familiares ou violência sexual (29,2%), pressão de amigos (26,7%) e vida ruim, sem perspectivas (8,8%).  (Étore Medeiros/Correio Braziliense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *