Luiz Vicente faz avaliação de seus 100 dias de gestão em Sobradinho

Luiz Vicente Berti

Da Redação

O prefeito de Sobradinho, Bahia, Luiz Vicente Berti (PDT), analisou os seus cem primeiros dias de mandato, com a certeza de que o município tem hoje um governo compromissado com a população e capaz de colocar de pé uma cidade que havia sido devastada pela ultima gestão.

“Foi e está sendo um período muito difícil pelo formato em que nós encontramos o município, mas não vamos nos envergar em momento nenhum diante das dificuldades. Nosso município já avançou bastante, uma prova é que encontramos a cidade tomada pelo lixo e já limpamos toda. A policlínica atualmente tem médicos enfermeiros todos os dias, enfim, temos grandes avanços na área da saúde, assistência social – onde todos os programas estão funcionando. A secretaria de infraestrutura também tem funcionado, entre outros”.

Revitalização da Praça do Memorial

Questionado sobre a situação da ENSAE, ele comemorou. “Hoje a ENSAE já traz uma nova esperança, já entregamos a população de Sobradinho um hidrojateador funcionando para desentupir as fossas da cidade. O tratamento de água tem sido de qualidade, agora é claro que pegamos uma instituição falida com muitos débitos junto a Coelba e estamos estruturando”.

Com relação aos empréstimos consignados, onde muitos nomes de servidores foram parar no SERASA, ele tranquilizou. “Estamos solucionando, em muitos bancos já foram pagos. Para ser ter uma ideia só no SINSERB à administração anterior deixou R$ 120 mil de consignados em débito, no Banco do Bradesco R$ 87 mil, na Caixa Econômica R$ 55 mil, dentre outros lugares, mas estamos honrando os nossos compromissos e resolvendo os problemas”.

Coleta de lixo

Vicente lembrou ainda que será pago este mês a última parcela do mês de dezembro deixado pelo ex-gestor Genilson Silva (PT). “Estaremos pagando aproximadamente R$ 1 milhão só na folha de dezembro, se esse dinheiro fosse revertido de obra para a cidade a população estaria recebendo um prêmio na melhoria da qualidade de vida”.

No que diz respeito às obras paralisadas deixadas pelo ex-gestor, Vicente foi direto. “O nosso jurídico tem tomado as medidas devidas. Já contratamos engenheiro para fazer essas fiscalizações, além disso, compreendemos que a população não pode ser penalizada por obras inacabadas. Estamos buscando mecanismo para concluir as obras que aquela gestão irresponsável deixou no município sem dar a devida resposta à população. Vamos conversar com a Caixa para retomar as obras”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *